Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

CODEARQ:

BR RSJFRS

Nome da Instituição:

Justiça Federal do Rio Grande do Sul

Endereço:

Rua Otávio Francisco Caruso da Rocha, nº 600 - 8º andar - Ala Leste - Praia das Belas

Cidade:

Porto Alegre

Estado:

RS

CEP:

90640-220

Telefone:

(51) 3214-9094 / 3214-9095

E-mail:

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Ano de Criação:

1966

Vinculação Administrativa:

Tribunal Regional Federal da 4ª Região

Missão Institucional:

A Justiça Federal é o órgão do Poder Judiciário que tem como missão a pacificação dos conflitos que envolvem os cidadãos e a Administração Pública Federal, em diversas áreas. Nos processos da Justiça Federal aparecem, de um lado, os particulares e de outro a União, as empresas públicas, autarquias e fundações públicas federais ou os conselhos de fiscalização profissional. Julgam-se, diariamente, na Justiça Federal processos referentes ao meio ambiente, previdência social, direito tributário, licitações, contratos de financiamento habitacional firmados com empresas públicas ou autarquias, questões relativas a concursos e a imóveis da União, entre outras. Em matéria penal, a Justiça Federal tem na sua competência o julgamento de crimes fiscais, de lavagem de dinheiro, de tráfico internacional de entorpecentes e diversos outros. São comuns na Justiça Federal os conflitos de massa, que atingem um número muito expressivo de pessoas. Assim são as ações sobre a correção monetária do FGTS, as ações previdenciárias, os processos tributários e os que tratam dos financiamentos da casa própria. Estes processos ingressam individualmente ou sob a forma coletiva. A competência da Justiça Federal de primeira instância está definida no art. 109 da Constituição.

Caracterização do acervo:

Acervo caracterizado por documentação judicial, formado majoritariamente por processos judiciais da Justiça Federal do Rio Grande do Sul, e pequena parcela de documentação administrativa, selecionados para guarda pela CPAD, conforme normas do CJF.

Condições de acesso aos documentos:

Há restrição de acesso a documentos sigilosos

Dia e horário de atendimento:

De segunda a sexta-feira, das 11h00 às 19h00

Serviços de reprodução:

Reprodução eletrostática, fotográfica, digital e transcrição de originais.

Fim do conteúdo da página